Livro loucamente sua pdf

 

    Faça o download do livro Loucamente sua gratuito (PDF|ePub|Mobi|Mp3|Txt) Rachel Gibson ervbgh, De volta à sua cidadezinha para atender ao funeral do seu. Loucamente sua - primeiro capítulo. p. 1 / Embed or link this publication. Popular Pages. p. 1. livro_loucamente_sua revisado 12_indd 1 17/07/12 Resenha dos dois últimos livros da trilogia do Graal de Bernard Cornwell e de Loucamente Sua da Rachel Gibson. 6 ago. Novo romance de Rachel Gibson.

    Author:KINA BERENTZ
    Language:English, Spanish, Japanese
    Country:Jordan
    Genre:Politics & Laws
    Pages:294
    Published (Last):15.05.2016
    ISBN:175-6-43976-760-9
    Distribution:Free* [*Sign up for free]
    Uploaded by: ROBBI

    55174 downloads 88621 Views 40.65MB PDF Size Report


    Livro Loucamente Sua Pdf

    PDF Joiner allows you to merge multiple PDF documents and images into a .. Poinds ransacked it on down livro loucamente sua 2 the line?. Publicada por Romances Online PDF à(s) 10 comentários: Max Leokov viu as pessoas a sua volta encontrar o amor. .. Rochelle sabia o risco que estava correndo quando se apaixonou loucamente por um homem que se uma grande herança, e quatro livros bestsellers, tudo isso sob seu psedônimo, M .Pierce. Find and read Trendings online at Lucky Books in PDF format for your iPhone, Um Voto De Glória (Livro #5 Da Série: O Anel Do Feiticeiro) Loucamente sua.

    Leitura De Editora: Jardim dos Livros Livro: Loucamente Sua - Rachel Gibson Marcadores: download, livros Ola tem como me enviar o livro loucamente sua em pdf obg Loucamente sua - eBooks na site. PDF do livro Porque os homens se casam com as manipuladoras! Economies of the Certo poeta russo de nome arrevesado. Livro que Cabelos soltos, loucamente. Para o bosque. O lugar onde Laurinha havia vivido o momento mais gostoso de sua vida. Quando os livros encerram conselhos de bem-viver, ainda valem mais Num estado assim Texto proveniente de

    A pobreza, em especial a pobreza infantil, atingia um nvel recorde. Desde o comeo da crise, 10 milhes de americanos passaram mais de seis meses sem emprego, e 2 milhes ficaram mais de dois anos desempregados. Muitos dos desempregados esgotaram os benefcios, e outros teriam chegado ao mesmo ponto se no fosse por extenses temporrias aceitas pelos republicanos do Congresso apenas com a condio de que os democratas concordassem com uma cara iseno fiscal que beneficia basicamente os ricos.

    O desemprego forado danoso para todos, mas o desemprego de longo prazo abala o moral. As habilidades so esquecidas, as pessoas perdem a confiana em si mesmas, e muitas desistem. O desemprego de longo prazo, claro, tambm contribui para execues de hipotecas e despej os. No h nmeros confiveis, mas a populao americana de sem-teto est claramente aumentando rpido em especial nas regies de clima mais quente atingidas de maneira dura pela quebra do mercado imobilirio como a Flrida, mas tambm em reas relativamente prsperas como Seattle.

    Nos anos as margens do rio Americano em Sacramento eram tomadas por hoovervilles, as favelas da poca. Hoj e, funcionrios pblicos de Sacramento e organizaes como a Safe Ground esto lidando com uma nova gerao de sem-teto vivendo nas mesmas reas que foram ocupadas durante a Depresso. Distritos escolares americanos relatam um surto de crianas sem-teto devido s execues de hipotecas. Jornais de todo o pas falam sobre adultos, com frequncia casais com filhos, voltando a morar com os pais, algumas vezes dependendo somente das penses dos pais para viver.

    Mas os governos americanos no esto bem. O dficit federal continua descontrolado, e muitos governos estaduais e municipais cortaram servios essenciais, incluindo educao e segurana pblica, por falta de dinheiro. Enquanto isso a Europa sofre com uma nova, e crnica, crise financeira provocada pela dvida dos governos europeus.

    Como no caso dos Estados Unidos, o problema da dvida europeia foi muito agravado pelos gastos de emergncia necessrios para impedir que a crise de provocasse uma Grande Depresso no sculo XXI. Nos pases mais afetados pela crise da dvida europeia Grcia, Irlanda, Portugal e Espanha , os padres de vida declinaram agudamente.

    A Grcia, cuj o governo anterior contratara o Goldman Sachs para aj ud-lo a falsificar as contas nacionais e esconder da Unio Europeia seus dficits oramentrios, no podia mais pagar a dvida governamental de bilhes de dlares. A partir de e como condio para a renegociao da dvida grega , a Unio Europeia, o Banco Central Europeu e o Fundo Monetrio Internacional FMI obrigaram a Grcia a criar novos impostos e a fazer cortes draconianos nos salrios e penses do funcionalismo pblico.

    A Grcia tem uma enorme e cara estrutura de empreguismo, mas at agora ela permaneceu intocada; em vez disso a maior parte do sofrimento tem sido suportada pelas pessoas trabalhadoras e honestas. Eclodiram conflitos na Inglaterra, na Itlia e na Grcia, e grandes manifestaes populares tomaram esses pases, bem como Espanha, Alemanha e Frana. Mas em muitos sentidos foram os Estados Unidos que mais mudaram.

    Para a maioria dos americanos, h muitos anos salrios e renda familiar total tm se mantido estveis ou diminudo. A crise financeira, a recesso e a recuperao sem empregos que os Estados Unidos experimentaram desde so apenas a mais recente e pior provao de um processo que comeou muitos anos antes. De fato, mesmo durante a prosperidade artificial da bolha financeira de os salrios dos americanos mdios permaneceram estveis ou diminuram, enquanto a renda dos ricos disparou.

    Nenhum outro pas desenvolvido, nem mesmo a Gr-Bretanha com sua tradicional diviso social, chega perto das extremas desigualdades de renda e riqueza dos Estados Unidos em No costumava ser assim; a mudana comeou nos anos Desde as quatro maiores petroleiras americanas acumularam mais de bilhes de dlares em lucros excedentes definidos como lucros acima da taxa de lucro da dcada anterior. Os bnus dos bancos de investimento foram enormes tambm estimados em bilhes de dlares ao longo da dcada. O salrio anual mdio dos banqueiros de Nova York, que hoj e de mil dlares, permaneceu basicamente igual mesmo depois que o setor entrou em colapso em O outro lado do aumento da desigualdade no pas um declnio obsceno e moralmente indefensvel da j ustia da sociedade americana em educao, oportunidade de emprego, renda, riqueza e mesmo sade e expectativa de vida.

    Com exceo das famlias ricas, as crianas nos Estados Unidos tm hoj e menos educao que os pais, e iro ganhar menos dinheiro que eles. Ainda pior, as oportunidades e as vidas dos j ovens americanos so cada vez mais determinadas pela riqueza dos pais, no por suas prprias capacidades ou seus esforos.

    Muitos americanos sem dvida ainda acreditam no sonho americano. Mesmo muitos pases em desenvolvimento, como Taiwan e Coreia do Sul, tm hoj e graus de oportunidade e igualdade superiores aos dos Estados Unidos.

    Por exemplo: algum que nasa hoj e em uma famlia pobre na Coreia do Sul ou em Taiwan tem uma probabilidade muito maior de concluir o ensino mdio e sair da pobreza do que algum nascido em uma famlia pobre nos Estados Unidos.

    Muitos dos cidados desses pases tambm tm expectativas de vida superiores s dos americanos. Tecnologia, globalizao e decises empresariais achataram os salrios e terceirizaram muitas vagas de empregos de colarinho-branco, tanto quanto vm espremendo os empregos das classes operrias.

    E os estudantes que podem frequentar essas instituies de elite saem, em nmero esmagador, das famlias mais ricas dos Estados Unidos.

    De fato, educao superior de qualquer tipo graduao e ps-graduao, particular e pblica, de elite e mediana est se tornando muito mais cara; e o acesso a ela, muito mais desigual. Com o aperto nos oramentos pblicos estaduais e municipais, mesmo faculdades estaduais e comunitrias esto se tornando muito caras, de modo que os filhos de famlias operrias ou pobres precisam cada vez mais escolher entre no ir para a faculdade ou se formar com uma montanha de dvidas.

    Consequentemente, os ndices de concluso de cursos superiores nos Estados Unidos estagnaram, e so hoj e inferiores aos de muitos outros pases. Agora, tendo desperdiado trilhes em guerras malconduzidas, cortes de impostos destinados sobretudo aos ricos, uma gigantesca bolha imobiliria e enormes resgates dos bancos, os Estados Unidos enfrentam grandes problemas fiscais.

    Ao mesmo tempo, a competitividade econmica fundamental americana diminuiu bastante, medida que sua infraestrutura fsica, seus servios de banda larga, sistema de ensino, preparo da fora de trabalho, cuidados de sade e polticas energticas no acompanharam as necessidades de uma economia avanada. Contudo, como veremos mais frente, isso no unicamente, ou mesmo essencialmente, uma questo de dinheiro; uma questo de poltica e prioridades.

    Em alguns setores, gastos pblicos insuficientes so de fato um problema.

    Mas em muitas reas, como a sade, os Estados Unidos so uma sociedade que gasta muito mais que outros pases sem, contudo, conseguir os mesmos resultados. A principal razo para isso que grupos de interesse com grande poder poltico conseguiram impedir reformas servios financeiros, energia, defesa, telecomunicaes, indstrias farmacutica e alimentcia; advogados, contadores e mdicos e, em menor grau, vrios sindicatos.

    Esses e outros grupos, incluindo, claro, lobistas e polticos, resistiram ferozmente a esforos para melhorar o futuro dos Estados Unidos sua custa. Esse processo comea a produzir um perigo adicional: a demagogia. At o momento isso assumiu a forma principalmente de ataques ao governo federal, a impostos e gastos sociais. Contudo, algumas vezes tambm assume formas mais radicais: cristianismo anticientfico e fundamentalista, ataques educao, ao ensino da evoluo, a vacinas e atividades cientficas, e demonizao de grupos, como imigrantes, muulmanos e pobres.

    Pairando acima de tudo isso h uma impressionante, embora completamente cnica, inovao por parte dos polticos americanos: o duoplio poltico. Ao longo do ltimo quarto de sculo os lderes dos dois partidos polticos aperfeioaram um sistema impressionante de permanecer no poder enquanto servem nova oligarquia dos Estados Unidos. Ambos recebem um enorme volume de dinheiro, sob muitas formas doaes de campanha, lobbies, contrataes pelo setor privado, favores e acesso especial de diversos tipos.

    Polticos dos dois partidos enriquecem e traem os interesses do pas, incluindo a maioria das pessoas que votaram neles. Mas os dois partidos ainda conseguem apoio porque exploram habilmente a polarizao cultural dos Estados Unidos.

    livro loucamente sua rachel gibson pdf converter

    Os republicanos alertam os conservadores para os perigos de secularismo, impostos, aborto, bem-estar social, casamento gay, controle de armas e liberais. Os democratas alertam os social-liberais para os perigos de armas, poluio, aquecimento global, proibio do aborto e conservadores. Ambos os partidos fazem uma cena pblica de como seus confrontos so cidos e como seria perigoso que o outro partido chegasse ao poder, enquanto se prostituem com o setor financeiro, indstrias poderosas e os ricos.

    Assim, a prpria intensidade das diferenas entre os dois partidos quanto a valores permite a eles cooperar no que diz respeito a dinheiro. Desde a crise financeira de a poltica federal tem sido subsidiar bancos e banqueiros grandemente, ao mesmo tempo ampliando os cortes de impostos para os ricos implantados pelo governo Bush.

    Com seus bnus e suas empresas recuperados, os banqueiros esqueceram a fingida humildade com que suplicavam por aj uda federal. Da mesma forma como, infelizmente, foi esquecido o fato de que quando os bancos estavam desesperados e dependentes em e , o governo federal tinha uma oportunidade sem paralelos de enfim coloc-los sob controle uma oportunidade que os governos Bush e Obama ignoraram e desperdiaram por completo.

    Esses mesmos banqueiros esto agora entre os primeiros a alertar para o dficit federal, insistir em mais cortes de impostos para manter a competitividade e avisar de forma soturna que qualquer regulamentao adicional ir estrangular a inovao que os deixou ricos, mesmo tendo destrudo a economia mundial.

    Mas de se esperar que eles se comportem assim. A economia de dossel Ecossistemas de dossel so mundos de flora e fauna que existem nas copas de rvores muito altas e em grande medida operam independentemente dos mltiplos biossistemas em camadas dispostas abaixo deles.

    Eles fazem isso em parte por terem maior acesso luz do sol, mas ao faz-lo impedem que o sol atinj a o que est abaixo.

    A enorme renda acumulada pela estreita fatia da superelite no alto da pirmide da riqueza criou uma espcie de economia de dossel global que perdeu suas ligaes com os pases e as pessoas dos quais brotaram.

    No ponto mais alto, os principais executivos, negociadores e corretores de bancos e corporaes globais embolsam remuneraes de oito dgitos de modo rotineiro. So pessoas com quatro ou cinco manses ao redor do mundo, iates, j atinhos executivos a qualquer lugar e hora, limusines, empregados, acesso, poder. Podem se permitir qualquer pequeno capricho como o hbito do presidente da Blackstone, Steve Schwarzman, de ter patas de caranguej o de dlares enviadas de avio para onde quer que ele estej a passando frias.

    Buy for others

    O impacto econmico dessa desigualdade altssimo hoj e. A riqueza e o poder da nova elite dos Estados Unidos so ao mesmo tempo uma pista e uma causa da recuperao muito morna que o pas teve da crise financeira. As empresas esto se afogando em dinheiro, mas os americanos mdios no tm o que gastar.

    Ento por que as empresas americanas no comeam a contratar, e por que o salrio mdio est diminuindo? Em parte a resposta que a educao e o preparo da populao americana esto perdendo duas corridas uma contra o progresso tecnolgico e outra contra o grau de especializao dos trabalhadores em outros pases de baixa remunerao.

    A educao a varivel determinante aqui. Na era da internet os Estados Unidos s podem ser um pas de alta renda e pleno emprego se a maior parte de sua fora de trabalho tiver educao e especializao superiores s disponveis na ndia, na China e em outros lugares com salrios muito menores. E de fato os americanos com mestrado em cincia da computao em Stanford ou no MIT ainda se saem muito bem. Mas a maioria dos americanos no participa da economia de alta tecnologia porque a maior parte do sistema de ensino dos Estados Unidos uma baguna.

    Os ndices de concluso dos ensinos mdio e superior so demasiado inadequados, atrs no apenas daqueles da maioria dos pases europeus, mas tambm de pases asiticos como Taiwan, Cingapura e Coreia do Sul. E, como os imigrantes podem atestar, o ensino mdio nos Estados Unidos uma piada em comparao com o ensino mdio na Coreia do Sul e em Taiwan. Mas outro enorme motivo para o declnio da economia americana, e do salrio mdio americano, a mudana no equilbrio de poder entre a nova oligarquia do pas, o governo federal e o resto da populao.

    Decises de investimento, salrios e polticas governamentais so determinados em grande medida pelas pessoas na economia de dossel. Isso produz duas consequncias profundas. A primeira que empresas americanas bem administradas e de sucesso de fato esto investindo, mas no em pessoas, e no nos Estados Unidos.

    CEOs consideram muito melhor comprar sistemas de tecnologia de informao e usar trabalho barato no exterior. Desde o tempo em que Ronald Reagan era seu porta-voz, a GE parecia ser a empresa americana por definio. Porm, mais de metade dos empregados, do faturamento e do patrimnio da GE esto em costas distantes.

    Seus maiores investimentos e aquisies recentes incluem duas fbricas de motores, uma fbrica de escavadeiras e uma fbrica de equipamento de minerao na China; uma fbrica de motores na Alemanha, uma fbrica de caminhes na ndia e uma fbrica de bombas e motores no Brasil. Ford, GM, IBM e quase todas as outras indstrias ou empresas de servios tm em grande medida o mesmo perfil. Dos 2 trilhes de dlares nos balanos patrimoniais americanos, cerca de 1 trilho na verdade est estacionado no exterior.

    Jeffrey Immelt, o CEO da empresa, foi escolhido por Obama para a presidncia de um novo conselho consultivo econmico da Casa Branca no comeo de poucos meses aps ter fechado uma srie de fbricas de lmpadas americanas e transferido a produo para a China.

    Como muitas outras empresas do pas, a GE tambm usou suas operaes globais para proteger de impostos o faturamento, conseguindo no pagar imposto de renda de pessoa j urdica nos Estados Unidos nos ltimos anos a despeito de ter bilhes de dlares anuais de lucro.

    Alm disso, ao longo da ltima dcada, o que ainda chamado de terceirizao se tornou algo diferente. A opo por compras e investimentos externos passou de atividades de baixos salrios e trabalho intensivo para atividades de altssima tecnologia e alta especializao em produo e servios.

    Esse desdobramento tem srias implicaes para o futuro econmico dos Estados Unidos. Provavelmente no seria surpresa para muitos americanos saber que a maioria de seus computadores pessoais, laptops, tablets e smartphones hoj e fabricada na sia. Contudo, a maioria desses aparelhos agora tambm projetada na sia, por empresas asiticas, no por empresas americanas.

    Na rea de alta tecnologia os Estados Unidos mantm a liderana em pesquisa avanada, proj eto de sistemas, software e integrao de sistemas, mas em grande medida perderam a capacidade de proj etar e fabricar equipamentos de tecnologia da informao.

    As implicaes dessa novidade para o emprego e a competitividade so profundas. A Apple, por exemplo, tem cerca de 70 mil funcionrios em todo o mundo, incluindo suas loj as de varej o. Mas sua maior fornecedora, a Foxconn, uma empresa taiwanesa, tem 1,3 milho de funcionrios. Os Estados Unidos j se tornaram um importador final de bens de alta tecnologia, e a alta tecnologia de fato emprega uma parcela menor da fora de trabalho total do que na maioria dos outros pases.

    Mas os executivos da economia de dossel no se preocupam com nada disso. Eles veem o mundo no apenas como seu mercado, mas tambm como uma fonte de produtos, servios, trabalho e componentes.

    Para eles a fora de trabalho disponvel para as empresas formalmente americanas muito maior, e muito menos custosa, do que era h dez ou vinte anos. O dossel um mundo de clculos: trabalhadores indianos e chineses tm padres de vida muito inferiores aos americanos, portanto trabalham por salrios menores. Cada vez maior o nmero de pases com sistemas de banda larga e infraestrutura de logstica como portos, aeroportos e ferrovias superiores aos dos Estados Unidos.

    Mas no faz sentido para os CEOs americanos, pessoal ou profissionalmente, pressionar por polticas governamentais que melhorem os sistemas de ensino ou a infraestrutura dos Estados Unidos, em especial se isso tambm implica um aumento de impostos.

    Os benefcios desse investimento pblico so para toda a sociedade e a longo prazo, no especficos para a elite ou suas empresas. E os CEOs e banqueiros tm o dinheiro e as relaes para mandar seus filhos para escolas particulares caras, para usar j atinhos executivos, investir seu patrimnio globalmente e assim evitar os problemas da decadncia econmica americana.

    Mas como a nova oligarquia financeira dos Estados Unidos se tornou to rica, sobretudo durante um perodo de crescimento econmico relativamente baixo e renda estagnada para a maioria dos americanos?

    Aqui chegamos segunda consequncia profunda da nova estrutura de poder dos Estados Unidos. A resposta completa envolve uma srie de processos econmicos e polticos que tiveram incio nos anos e so o tema da parte final deste livro.

    Mas em um aspecto a resposta muito clara. Com algumas poucas grandes excees sobretudo em alta tecnologia podemos dizer com bastante confiana que a principal fonte da riqueza da nova elite de dossel foi no proporcionar maior valor sociedade. De fato, uma parcela significativa da decadncia econmica dos Estados Unidos pode ser atribuda diretamente ao poder entrincheirado de executivos americanos que destruram suas prprias empresas.

    Graas a muitos estudos excelentes, alguns dos quais descrevo neste livro, hoj e sabemos sem sombra de dvida que durante a maior parte dos ltimos quarenta anos os setores automobilstico, siderrgico, de computadores centrais, minicomputadores e telecomunicaes dos Estados Unidos foram administrados de forma muito incompetente. E h o setor de servios financeiros. O que pensar da qualidade da administrao em um setor que no apenas destri a si mesmo como quase leva a economia mundial j unto?

    Achamos que essas pessoas merecem grande riqueza por suas realizaes? E quanto a seus lobistas, advogados e contadores? Em outras palavras, a nova elite dos Estados Unidos obteve muito de sua extrema riqueza no por meio de produtividade superior, mas principalmente por intermdio de transferncia forada por parte do resto da populao americana e mundial.

    Essas transferncias foram com frequncia antiticas ou mesmo criminosas, e tiveram aj uda inestimvel de polticas de governo que reduziram impostos para os ricos, permitiram concentrao industrial pela aplicao negligente da legislao antitruste, protegeram empresas ineficientes, impediram protestos sindicais, mantiveram os salrios dos trabalhadores achatados, permitiram enormes fraudes do setor financeiro, resgataram-no quando ele desmoronou e protegeram crimes empresariais de medidas legais.

    Essas polticas governamentais foram, com diferentes graus de sutileza, compradas por seus beneficirios. Nesse processo uma rea se destaca acima de todas as outras: servios financeiros. Em nenhum outro setor a amoralidade, a destrutividade e a cobia da nova elite foram to evidentes.

    Muito da nova riqueza do setor financeiro dos Estados Unidos foi adquirida da forma antiga pelo roubo. A cada passo do processo de desregulamentao e concentrao, as finanas americanas gradualmente se tornaram uma indstria quase criminosa, cuj o comportamento acabou produzindo uma gigantesca pirmide global a bolha financeira que provocou a crise de Foi, em sentido literal, o crime do sculo, e seus efeitos continuaro a assolar o mundo por muitos anos atravs da estagnao econmica dos Estados Unidos e da crise da dvida da Europa.

    A maior parte deste livro dedicada a descrever e explicar em detalhes essa pilhagem, mas uma breve viso geral necessria. O maior de todos os roubos de banco Embora vrios setores grandes, concentrados e politicamente poderosos tenham se beneficiado enormemente da desregulamentao e da corrupo poltica, os anos foram sem dvida a dcada dos banqueiros. A era da desregulamentao iniciada pelos governos Reagan e Clinton havia praticamente eliminado todas as restries a negcios, fuses e consolidaes; as poucas restries remanescentes foram ento logo cortadas pelo governo Bush, j unto com qualquer ameaa de sanes por processos penais ou aes civis para recuperar ganhos ilcitos.

    Muitos passos do processo de desregulamentao foram dados abertamente, muitas vezes de forma orgulhosa, pois uma maioria de economistas acadmicos e especialistas em finanas insistia em que, assim que libertados de obsoletas restries regulatrias, os banqueiros manej ariam os fluxos de capital do mundo com tal habilidade e preciso que dariam incio a uma nova poca de ouro.

    Muitos dos professores sem dvida acreditavam em suas recomendaes, embora, como veremos mais adiante, muitos deles tambm tenham sido belamente remunerados para defender as posies dos banqueiros. Mdicos a servio de laboratrios farmacuticos tambm podem acreditar nos produtos que empurram, mas o dinheiro sem dvida conta, e sbio manter algum ceticismo. E, de fato, coisas ruins comearam a acontecer quase de modo imediato.

    A partir dos anos os Estados Unidos comearam a experimentar crises e escndalos em uma escala que no era vista desde os anos Mas a desregulamentao prosseguiu, culminando em leis importantes aprovadas em e Assim que se viram completamente liberados, os banqueiros muito depressa j ogaram suas instituies do alto do penhasco, levando j unto boa parte da economia mundial.

    Eles no apenas criaram e venderam um enorme volume de lixo, mas transformaram o sistema financeiro em um cassino gigante, no qual j ogavam, sobretudo, com o dinheiro de outras pessoas. Suas prprias contas de corretagem, nas quais corretores e executivos financeiros arriscavam dinheiro de seus bancos ou, mais precisamente, dos acionistas e proprietrios de ttulos para seu prprio lucro, eram superiores a 2 trilhes de dlares.

    Com efeito, seus ativos haviam aumentado em bilhes de dlares apenas em , quase tudo isso financiado por dinheiro emprestado. A alavancagem utilizao de dinheiro emprestado para ampliar os negcios dos bancos de investimento praticamente dobrou entre e Trs dos maiores bancos Lehman Brothers, Bear Stearns e Merrill Lynch estavam alavancados a mais de trinta por um no final do ano fiscal de E, de fato, no comeo de o Bear Sterns esteve a poucos dias da falncia e se vendeu para o JPMorgan; em setembro o Merrill se vendeu para o Bank of America, e o Lehman Brothers foi falncia.

    Muitos outros tambm quebraram Countrywide, New Century, Washington Mutual , e instituies ainda maiores, como Citigroup e AIG, sobreviveram apenas graas a gigantescos resgates. Nem mesmo o Goldman Sachs, um dos bancos mais fortes, teria sobrevivido se o governo no houvesse salvado a AIG e depois a obrigado a quitar suas dvidas com o Goldman e outros grandes bancos. Como tantos banqueiros puderam ser to irresponsveis?

    Dinheiro e impunidade, essa a resposta. A estrutura de remunerao pessoal no sistema financeiro se tornara completamente txica, e os banqueiros supuseram corretamente que no seriam processados, no importando quo ultraj ante fosse seu comportamento. At os anos uma combinao de tradio, reputao e regulamentao rgida determinava a remunerao dos banqueiros e impedia grandes abusos sistmicos.

    Os bancos de investimento, por exemplo, eram estruturados como sociedades, com os scios sendo obrigados a investir seu prprio dinheiro, que compunha todo o capital da empresa.

    Na verdade, at apenas sociedades podiam ingressar na Bolsa de Valores de Nova York. Mas nos anos tudo comeou a mudar, e nos anos tanto a estrutura do setor financeiro quanto suas prticas de remunerao seriam irreconhecveis para um banqueiro de Em todos os nveis de corretores isolados a CEOs e conselhos de administrao, passando por transaes entre empresas pessoas e companhias eram recompensadas de imediato e normalmente em dinheiro por produzir lucros a curto prazo, sem punies anlogas por gerar perdas subsequentes.

    Isso foi fatal. Em finanas muito fcil criar transaes lucrativas no comeo, mas com fracassos desastrosos a longo prazo.

    livro loucamente sua rachel gibson pdf editor - Find PDF Files

    Contudo, nos anos os banqueiros no tinham de devolver nenhum dinheiro caso isso acontecesse, portanto no se importavam. De fato, eles eram ativamente incentivados a ser destrutivos para com seus clientes, seu setor, a economia como um todo, e muitas vezes at para com as prprias empresas.

    Enquanto durou, a festa fez com que o setor bancrio parecesse um paraso. A remunerao mdia das pessoas trabalhando em bancos de investimento americanos saltou de cerca de mil dlares um nmero j impressionantemente alto para mais de mil dlares, patamar no qual permaneceu, mesmo aps a crise.

    E isso apenas em dinheiro; esses nmeros no incluem opes de aes. E isso na mdia.

    Pense no que aconteceu remunerao dos NEOs Named Executive Officers , os executivos de maior remunerao embora em qualquer ano os melhores corretores pudessem ganhar mais.

    Era claro. Tudo isso era naturalmente a capa do velhaco. Crispim Soares derretia-se todo. Acabava de construir uma casa suntuosa. Aquilo de contemplar a casa O momento em que D. Curto incidente; ao cabo de dois minutos, D. Evarista respondia, entusiasmada, que era a coisa mais bela que podia haver no mundo.

    Um dos oradores, por exemplo, Martim Brito, rapaz de vinte e cinco anos, pintalegrete acabado, curtido de namoros e aventuras, declamou um discurso em que o nascimento de D. Evarista era explicado pelo mais singular dos reptos. O atrevimento foi grande, pensaram as duas damas. Sim, que o adiasse. Uma delas, a mais piedosa, chegou a admitir, consigo mesma, que D. O terror acentuou-se.

    Positivamente o terror. Quem podia, emigrava. Um desses fugitivos chegou a ser preso a duzentos passos da vila. Evarista ficou sem pinga de sangue. A mucama correu instintivamente para a porta do fundo.

    Quanto ao moleque, a quem D. Desejo saber primeiro o que pedis. Nada mais imprudente do que essa resposta do barbeiro; e nada mais natural. Era a vertigem das grandes crises. O perigo era tanto maior quanto que, no meio mesmo desses graves sucessos, o alienista metera na Casa Verde umas sete ou oito pessoas, entre elas duas senhoras, sendo um dos homens aparentado com o Protetor.

    O dia acabou alegremente. O barbeiro sorriu; era a pura verdade. E tossia com algum custo. O barbeiro ficou espantado da pergunta, mas respondeu logo que onze mortos e vinte e cinco feridos. O povo indignou-se.

    Tudo era loucura. O Padre Lopes correu ao alienista e interrogou-o discretamente acerca do fato. Anteontem perguntou-me qual deles levaria; respondi-lhe que um ou outro lhe ficava bem. Ceamos, e deitamonos.